O Balanced Scorecard (BSC)

O Balanced Scorecard (BSC) foi criado por Kaplan e Norton em 1992 com o intuito de medir o desempenho de toda a empresa através de indicadores financeiros, com efeitos sobre os juros compostos.

E não-financeiros tais como mercadológicos e estratégicos. Assim garantir a implantação das estratégias elaboradas pelos gestores.

Seus efeitos positivos em diversas situações são motivos para a sua adesão em um número cada vez maior de empresas.

Esses indicadores estão diretamente relacionados aos objetivos estratégicos da empresa e devem estar presentes em todos os níveis hierárquicos.

 

indicadores-bsc-financeiro

 

Ou seja, níveis estratégico, tático e operacional, a fim de que cada colaborador possa se comprometer com a estratégia da empresa.
Segundo esses indicadores devem abranger quatro perspectivas:

  1. financeira
  2. clientes
  3. processos internos
  4. aprendizado e crescimento

Na perspectiva financeira, deve-se avaliar as medidas adotadas estão gerando resultados financeiros, seja através do aumento das receitas por meio da ampliação na participação no mercado, ou através do melhor aproveitamento dos recursos utilizados.
Isto é, por meio do crescimento da produtividade, gerando desta forma maior retorno monetário para os acionistas.
Na perspectiva dos clientes, elemento fundamental para qualquer organização, sem os quais esta não se mantém, é necessário a criação de indicadores que mensurem os resultados oriundos do relacionamento dessas duas partes envolvidas, principalmente no que refere à satisfação dos clientes.

Na perspectiva dos processos internos, as medidas de desempenho devem acompanhar quais desses são críticos para a satisfação dos clientes e consequentemente para a rentabilidade dos sócios da empresa.
Na perspectiva do aprendizado e crescimento, os indicadores devem levar em consideração quais os aspectos fundamentais inerentes à capacitação dos colaboradores influenciarão na efetividade dos processos internos e, logicamente, na satisfação dos clientes e na rentabilidade da organização.

indicadores-bsc

O sucesso do BSC depende do gerenciamento de quatro processos presentes na sua implementação:

  • a tradução da visão, ou seja, explicação da estratégia em termos que cada colaborador entenda a sua lógica;

 

  • a comunicação e ligação, que consiste em mostrar como cada um pode contribuir para a consecução dos objetivos estratégicos, alinhando dessa forma os objetivos de curto, médio e longo prazos;

 

  • planejamento do negócio, cuja premissa é a de adoção de prioridades na alocação de recursos de acordo com as metas de longo prazo; e

 

  • feedback e aprendizado, no qual a gestão estratégica se torna um processo contínuo através de um monitoramento que envolve o comprometimento de todas as pessoas com o empenho de sempre buscar melhorias, resultando em possíveis mudanças nas quatro perspectivas do BSC.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s